RECOMEÇO

RECOMEÇO
CLARA LIBE

Páginas

sexta-feira, julho 23, 2010

FOLCLORE


MÃO - DE - CABELO 
Meia lua que se move 
No céu da madrugada
Pode ser Mão -de - cabelo
Com sua foice afiada.

Um espantalho de branco,
Como alma  penada,
Vem espiar da janela
Se sua cama esta molhada.

Seus braços finos e longos,
Saem da veste por furos 
E na ponta das mãos ossudas,
Feixes de pelos escuros.

Se move como fantasma,
Ao som do arrastar de correntes,
Os olhos são luminosos,
A boca é um buraco sem dentes.

Não adianta tentar esconder 
O lençol molhado de urina.
Ela sente o cheiro de longe...
Esta é a sua sina!

Menino que brinca com fogo,
Corra já para o urinol
Antes de pegar no sono,
Pra não molhar o lençol!

Não faça xixi na cama,
Ou o Mão - de - cabelo vem,
Pula a janela e corta 
A minhoquinha do neném!

MARIO BAG


0 comentários: